PT  / EN
ESPÍRITO DO CÔA / BIOLÓGICO / JAEN (MENCIA) / TINTO

ESPÍRITO DO CÔA / BIOLÓGICO / JAEN (MENCIA) / TINTO

Jovem / Estágio de 12 meses em aço inox. / Uvas 100% Jaen (Mencia). / Solo granítico.

NOTAS DO ENÓLOGO
A minha paixão por vinhos frescos e minerais, levou-me a seleccionar em solos graniticos de baixa produtividade uvas da casta Jaen (Mencia) e vinificá-las com o mínimo de maceração de modo a que a casta pudesse exprimir todo o seu carácter, resultou num vinho de aroma muito fresco, notas minerais e frutos silvestres, final longo e elegante com taninos presentes.

Sugiro que o acompanhe com um bom presunto ibérico, queijos de ovelha curados e ou um suculento bife.

 

ESPÍRITO DO CÔA / BIOLÓGICO / BRANCO

ESPÍRITO DO CÔA / BIOLÓGICO / BRANCO

Jovem / Estágio de 3 meses em aço inox. / Uvas biológicas das castas: Síria, Fonte Cal, Malvasia Fina e Rabo de Ovelha. / Solo granítico em altitude.

NOTAS DO ENÓLOGO
A baixa produtividade dos solos graníticos, em especial em modo de produção biológico, deu origem a este vinho de aroma intenso, fresco e muito elegante, com notas cítricas em harmonia com notas florais muito discretas. Na boca é muito fresco com volume proporcionado por contacto e levantamento das borras finas até ao engarrafamento.

Sugiro que o beba como aperitivo, ou a acompanhar peixes grelhados, saladas com queijo fresco.

 

ESPÍRITO DO CÔA / TINTA RORIZ (TEMPRANILLO) / ROSÉ

ESPÍRITO DO CÔA / TINTA RORIZ (TEMPRANILLO) / ROSÉ

Jovem / Estágio de 4 meses em aço inox / Uvas 100% Tinta Roriz de vinhas de altitude média de 750 m / Solos xistosos.

NOTAS DO ENÓLOGO
Aroma intenso de frutos vermelhos, cerejas, framboesas e morangos, com discretas nuances de frutos tropicais. Suave, com corpo médio que lhe dá uma grande aptidão gastronómica.

Sugiro só como aperitivo ou com pratos da cozinha mediterrânica em geral.